3 de Hoard do Ano Livre 23
Reverência do Sacerdote , Ano 48 do 190º Ano-Rei



Buscar
em

02 - Uma História para Athas Voltar

Olá senhores, reunimo-nos aqui mais uma vez perante minha fogueira. Hoje, trago-vos parte da história de Athas, ao contrário do que a maioria pensa, nosso mundo nem sempre foi fogo, areia, sangue e pedra.
Ele já foi belo, colorido, cheio de vida e água...

Uma História para Athas
O que geralmente passa por história de Athas é um punhado de folclore e propaganda. A maioria das pessoas está muito preocupada para pensar no passado. Há alguma verdade em meio a este folclore, embora poucos dêem muita atenção.
As letras do bardo falam de uma terra de abundâncias de um tempo quando guerreiros lutavam não por comida ou divertimento, mas por honra e glória. Pode isto ser verdade? Eu imagino. Que Athas é uma sombra barbarizada de um mundo melhor é verdade, isto eu sei. Humanos, elfos, halflings e as outras raças semi-humanas não são mais que descendentes selvagens de seres mais elevados. A essência de cada coisa viva, do mais alto ao mais baixo, foi deturpada em uma cópia cruel, perspicaz e distorcida do que já foi outrora.
Eu procurei e perguntei aos sábios e aos bem estabelecidos por muitos anos e acredito que tive um vislumbre do esplendor e abundância do mundo que estão enterrados sob séculos, sangue e areia. Eu tornei a confusão compreensível, tirei fora o folclore e encontrei, ao menos, uma porção da verdadeira história de nosso mundo. Esta verdade eu partilho com vocês.

A Era Azul
Perdido nos turvos recantos do tempo, a primeira era de Athas foi marcada por um quase infinito mar de azul. Uma flama azul-celeste ardia fundo no coração do sol. Os poucos corpos de terra existentes eram pântanos, banhados ou picos de montanhas que despontavam das ondas espumosas, suas pontas cobertas por florestas e aquela esquisitice conhecida como neve.
Nesta era, uma grande civilização halfling floresceu sob o sol azul-celeste. Sim, leste corretamente amigo. Além disso, os halflings eram os únicos seres inteligentes em Athas nesta época (embora houvesse pequenos números de thri-kreen primitivos, que os halflings viam como bestas). Estes halflings não tinham nem mágica ou psionismo para usar, mas tinha criado uma sociedade mais sofisticada e avançada que qualquer outra existente hoje em Athas. Suas cidades pontuavam o infinito mar, espalhando sua influência por todos os lados, tornando-os os mestres indiscutíveis do mundo.
Talvez a maior de todas as cidades halflings tenha sido Tyr'agi, localizada no vazio que um dia tornar-se-ia o Vale de Tyr. O vale era repleto de um vasto pântano de videiras e ilhas flutuantes de musgo. Ao limite do vale, uma estranha e bela cidade de movimentos graciosos e cores brilhantes erguia-se do pântano. Os prédios não eram construídos, mas crescidos, marcados por uma arquitetura de suaves e elegantes torres em espiral, sem quinas e ou pontas afiadas ou esquinas abruptas. Tudo era feito de uma pedra uniforme e porosa que irradiava um sem número de tonalidades ? carmesim resplandecente, verde esmeralda, azul royal, roxo profundo e outras.
Não havia ruas em Tyr'agi, mas largos canais com barcos longos e delgados que cruzavam a cidade halfling. Os barcos não eram construídos de madeira e pele, mas eram vivos à sua própria maneira assim como os pequeninos halflings que os guiavam. Sei o que deves estar pensando: Como é possível que ferozes halflings criassem estruturas vivas, logo eles que parecem dar tão pouco valor à vida? Mas eu te digo que estes não eram os halflings ferozes do Athas de hoje. Estes halflings não eram canibais: eles mantinham o cabelo aparado, vestes elegantes e vestiam 'criaturas vivas' em seus corpos que serviam para coisas que sequer faço idéia.


Voltar



© 2003-2007 Dark Sun Brasil, Todos os Direitos Reservados
DARKSUN, DUNGEONS & DRAGONS, D&D e o logo DARKSUN, o logo da WIZARDS OF THE COAST e o logo D&D são marcas registradas possuídas pela Wizards of the Coast, Inc. (www.wizards.com), uma subsidiária da Hasbro, Inc.
Este site é a tradução do site reconhecido pela WotC como o Site Oficial de Dark Sun na internet (The Burnt World of Athas - www.athas.org). O conteúdo criado neste site oficial é para ser considerado trabalho derivado (como se baseado na propriedade intelectual possuída pela Wizards of the Coast). Isto significa que adendos criados por fãs (tais como novos net livros, aventuras, etc.) são conjuntamente possuídos pelo criador e pela Wizards of the Coast. Nenhum poderá fazer nada fora do site oficial sem a autorização do outro.