23 de Flagstaad do Ano Livre 23
Reverência do Sacerdote , Ano 48 do 190º Ano-Rei



Buscar
em

F.A.Q.  

  • Projeto Dark Sun Brasil
  • Informações Gerais
  • Questões Básicas

  • Infâmia!!! Eu, Rajaat, o supremo, o primeiro e mais poderoso feiticeiro de Athas, capaz de assumir qualquer forma que queira, capaz de destruir-vos com apenas um pensamento, confinado nesse plano negro! Estou entediado, cansado de torturar Andropinis e, por isso, pobre mortal, responder-te-ei algumas perguntas. Mas eu respondo com a verdade e saiba que ela pode te enlouquecer. Ainda está aí? Então prepara-te para o que está por vir.

    Projeto Dark Sun Brasil

    Q: O que é Projeto Dark Sun Brasil? E Athas.org?
    R: É uma organização voluntária de pobres diabos dedicada a traduzir e trazer para uma terra chamada Brasil o cenário de RPG de Dark Sun (Dark Sun é como eles chamam o meu mundo, Athas). Eles traduzem - para a estranha língua deles - e distribuem o trabalho de um outro grupo chamado Athas.org. Esses produtos oficiais de Dark Sun qualquer um pode pegar através de uma magia que eles chamam de download, no website (que fica em um plano de existência chamado internet) deles, o www.darksun.com.br. Athas.org é uma organização voluntária dedicada a manter vivo o cenário Dark Sun (eu imagino que esses trastes são preservadores). Eles produzem material oficial e as criaturas do Dark Sun Brasil traduzem.

    Q: Como foi que o Projeto Dark Sun Brasil obteve autorização para fazer o site oficial? E como athas.org conseguiu a outorga para produzir material oficial para Dark Sun?
    R: No ano de 2003 (da era deles, não da minha, óbvio), o pessoal do Dark Sun Brasil, entrou em contato com o departamento jurídico (pra mim são templários com nomes diferentes, ou seja, são meus súditos) do site athas.org e celebraram um acordo que os autorizava a traduzir o material do Athas. Vez uma tal de Devir não possuía direitos autorais sobre o cenário Dark Sun no Brasil, esses incrédulos se tornaram os únicos autorizados a traduzir o material oficial.
    Nos idos de 1999, a fim de ajudar a promover a vindoura revisão do D&D, Jim Butler, então o 'Brand Manager' da Wizards of the Coast, verificou vários sites de fãs para os então 'cenários mortos'. Dark Sun, Spelljammer, Dragonlance, Mystara, Birthright e Planescape. Seu objetivo era encontrar um site para cada cenário para torná-lo o site oficial daquele cenário. Esses sites seriam encarregados e privilegiados para criar conteúdo novo para seus respectivos mundos de jogo; conteúdo que seria reconhecido como oficial pela Wizards of the Coast. Em Janeiro de 2000, o site de Robert Adducci, O Mundo Tórrido de Athas (The Burnt World of Athas), foi escolhido para se tornar o site oficial de Dark Sun. Ao ter seu site selecionado como oficial, Robert recrutou alguns colaboradores de longa data para a comunidade Dark Sun para servir como a equipe para o site, e então athas.org foi fundado.
    O que? Se eu sei tudo que está escrito aí em cima? Claro que não... eu simplesmente li a mente desses mortais desprezíveis. Os assuntos deles são por demais pequenos para um deus como eu me preocupar. Não sei o que eles fazem e nem tenho a intenção de saber

    Q: Porque o emprego da 2ª do Singular (TU)? É algum regionalismo ou influência de Portugal?
    R: Como porque? É assim que se fala na tua língua, ó herege! Mas ainda assim vou te explicar em detalhes, porque acredito que teu pequeno intelecto não é capaz de me acompanhar.
    O pronome "você" pode causar ambigüidade quando usado em conjunto com "ele". Então eles resolveram (por Guthay! Esses mortais pensam!) escrever formalmente, fato que ainda dá um certo charme ao texto, um certo ar de antiguidade. Como Dark Sun é um mundo "medieval", esse tipo de texto cai muito bem.
    Não, nada de regionalismo ou influência de Portugal, escolheram a 2ª pessoa do singular unicamente para uma maior clareza do texto e apuro no uso da língua escrita (na verdade eu dominei suas mentes, mas eles não têm como saber disso).

    Q: O livro básico não traz muitas informações sobre o cenário em si e sua história?
    R: Realmente não traz. Ainda estão negociando a permissão para publicar esse tipo de informação constante dos livros da 2ª edição. A autorização que possuem no momento é para traduzir todo o material publicado pela equipe do site athas.org, qualquer coisa fora dali devem ser negociadas diretamente com a Wizards of The Coast.
    Essa Wizards of The Coast me parece comandar alguma cidade-estado de Draj. Mas seu poder é minúsculo se comparado ao meu. Se quiserdes, mortal, pergunte sobre a história de Athas para mim! Eu sei tudo! Eu dominei Athas por milhares de anos e meu poderoso reino voltará! Mas reze e te ajoelhes, porque não obterás favores de mim assim tão fácil, infiel.

    Q: Onde se encontram essas informações sobre o cenário em si e sua história?
    R: Na caixa básica de Dark Sun (da 2a Edição), revisada ou não. A linha de produtos para Dark Sun é boa, conta com uns 20 livros aproximadamente. Não obstante, conforme explicado no capítulo 1 do módulo básico, basta que se tenha a caixa básica de Dark Sun, especificamente o livro "The Wanderer's Journal" (primeira caixa básica) ou "The Wanderer's Chronicles" (caixa básica expandida e revisada).
    E, como já disse, eu também sou uma fonte de informação inesgotável. Mas conseguir um favor de mim não é tão fácil para alguém tão pequeno quanto tu! Somente um servo dedicado como foi Tithian, que me libertou uma vez dessa prisão sem grades, merecerá minha atenção.

    Q: Se pretende publicar algo nesse sentido?
    R: Sim, pretendem. Mas, como já foi dito, ainda estão negociando uma permissão para tanto. Assim que essa permissão for conseguida - e eu, Rajaat, permitir -, tenha certeza de que mais coisas serão publicadas.
    Não obstante, a seção "Histórias do Deserto" trará boas informações sobre o cenário e a história do mundo de Athas. Esse pessoal conhece um pouco da história de Athas. Basta sugerir um tema, que ele breve ele é tratado na seção.
    Obviamente que as informações que eles possuem são tão verídicas quanto a cabeça de Tektuctiklay esmagada sob minhas mãos. Além disso, se algo me desagradar, talvez eu destrua essas pobres almas.

    Q: Se pretende traduzir o material da 2ª edição?
    R: Não, da 2ª edição só a história e o cenário interessam a eles, as regras em si serão todas extraídas do D&D edição 3.5. Não há pretenção nem permissão (se ainda não entendestes o porquê, leia esta parte do FAQ novamente) e, se eles pudessem, só traduziriam a parte do cenário e da história, nada de regras. Aos interessados em conseguir esse material informo que só é possível encontrar usado. Também é possível comprar os pdfs na RPGNow.

    Q: O Projeto Dark Sun Brasil é oficial?
    R: Sim, é. Traduzem o material do Athas.org com permissão deles. Esses últimos, por sua vez, têm permissão para criar material oficial novo para Dark Sun. Demais disso, o material do Dark Sun Brasil é endossado pelo Athas.org.

    Q: Qual a relação do material do Projeto Dark Sun Brasil com aquilo que foi publicado nas revistas Dragon 319 e Dungeon 110 da Paizo Publishing?
    R: Ambos falam de Dark Sun. E as semelhanças param por aí. A Paizo, por intermédio de suas duas revistas, resolveu publicar as regras para Dark Sun sem olhar o material do Athas.org (que é o material trazudido aqui) para não "afetar" seu texto. Segundo muitos, a maioria da comunidade fã, o material publicado pela Paizo deixa muito a desejar e ainda comete alguns deslizes graves contra aquilo que considera dogma no cenário de Dark Sun. O acordo do Dark Sun Brasil de tradução foi realizado apenas com a equipe do Athas.org, e eles pretendem continuar nossa empreitada confiando no material deles.
    Pra mim, o grande Rajaat, ambos perdem seu tempo. Só eu tenho o conhecimento absoluto!

    Q: Aceita-se contribuições?
    R: Sim., aceitam ajuda nos textos, artigos, traduções e desenhos. Nem todo material que lhes for enviado será publicado. Todo material que lhes for enviado e escolhido para publicação sofrerá uma revisão tanto no que diz respeito à adequação ao cenário quanto no que se refere ao bom emprego da língua portuguesa (quando cabível). Após as revisões, os textos serão enviados aos autores para que concordem ou não com a publicação do trabalho revisado. Dentre os trabalhos escolhidos para publicação alguns serão submetidos ao senado e ao Ninho de Papel, do site athas.org, para que se avalie sobre probabilidade de se tornar oficial.
    Ou tu podes pular essa etapa e contruir um altar para Rajaat, o Arauto da Guerra. Talvez consigas alguns pequenos favores meus, que valem muito mais do que o agradecimento do Dark Sun Brasil.

    Q: O Projeto Dark Sun Brasil parece legal. Quem são essas pessoas, e como eu entro no Projeto? Cadê o formulário de inscrição?
    R: O núcleo do projeto consiste praticamente de veteranos de Dark Sun com alguma prática em tradução que têm sido valorosos colaboradores para a comunidade de fãs de Dark Sun desde os primeiros dias do projeto e da lista de discussão. Eles foram selecionados e recrutados por Fabrício M. Lopes quando o site Athas.org permitiu a tradução de seus site oficial. Alguns estão aqui desde os primeiros dias do projeto, outros mostraram valiosas somas à equipe. Na verdade, não é só entrar no projeto - se é convidado. A estrada para tal convite é colaborar com um trabalho de qualidade ao longo do tempo. Para se juntar à Diretoria é necessário tempo e disposição para o trabalho. Talvez o mais fácil seja ser um colaborador ativo na lista de discussão de Dark Sun e nas oportunidades de colaboração que eles costumam abrir, fornecendo um retorno sobre os produtos e submetendo uma amostra do teu trabalho. Se possuíres algum talento ou utilidade para o projeto, tal como fazer a leitura de teste, edição, ilustrações, revisão, correção ou qualquer outra coisa que achares que será de algum valor para o projeto, mande um e-mail para contato@darksun.com.br.

    Q: Como eu posso ajudar o Projeto Dark Sun Brasil?
    R: Há muitas coisas que podes fazer para ajudar. Testar os produtos e fornecer algum retorno construtivo seja pela lista de discussão seja direto para o e-mail deles. Divulgar por aí o trabalho do Projeto Dark Sun Brasil. Introduzir novos jogadores e DMs ao cenário Dark Sun e ao trabalho deles. Enviar cumprimentos e avaliações, se achares que elas são justificadas. Se conheceres alguém que acreditas que gostaria de ajudá-los, por exemplo um artista que possa contribuir com ilustrações gratuitamente em troca de expor sua arte nos produtos, ponha-o em contato com o projeto.

    Q: O material produzido avançará na linha temporal de Athas?
    R: Atualmente não há planos de se avançar na linha temporal. A obra é produzida no Ano-Livre 11, salvo disposição em contrário nos produtos individualmente.
    Mas saibas que isso tudo é medo. Se avancarem na linha de tempo de Athas, correm o risco de criar um lapso temporal e me libertar da prisão no plano Negro (aliás, estou propenso a acreditar que foi assim que Tithian me libertou da primeira vez). Rajaat aprisionado já é o mais poderoso. Imaginem-me livre!!! ha ha ha



    Informações Gerais

    Q: Eu ouvi algo sobre uma conversão oficial de Dark Sun 3ª Edição produzida por athas.org. É verdade, se caso positivo, quando será lançada?
    R: Sim, é verdade. E mais, já foi lançada. Tu podes encontrá-la na seção Downloads - Suplementos no site do Projeto Dark Sun Brasil, disponível para download gratuito, junto com outros produtos oficiais produzidos por athas.org e traduzidos pelos integrantes do projeto.

    Q: Eu pensei que as regras de Dark Sun 3ª edição publicadas nas revistas Dungeon e Dragon fossem oficiais. Qual conversão é "mais" oficial - a do site athas.org/Darksun Brasil ou a das revistas Dragon e Dungeon?
    R: Consegues ao menos pensar? Foi por questionamentos cretinos como esse que eu "aposentei" Myron. Preste atenção...
    Ambas são igualmente oficiais. Athas.org tem uma outorga da Wizards of the Coast para produzir material novo de Dark Sun, inclusive uma conversão de Dark Sun para a 3ª edição. Já que todo conteúdo publicado nas revistas Dungeon e Dragon é considerado oficial, existem duas conversões oficiais. Em outras palavras, os fãs têm mais opções e podem escolher e mesclar os elementos das duas conversões, se preferirem.

    Q: Por que athas.org não usa a conversão de Dark Sun para a 3ª edição das revistas Dungeon e Dragon?
    R:Não cansas de falar disso? Eles fizeram assim porque eu mandei! Mas eles preferem acreditar que foi...
    Por várias razões. A conversão do Athas.org é uma conversão de fãs para fãs. Ela tem o apoio da comunidade fã em geral e tem recebido, em retorno, declarações de que sua conversão é mais fiel ao 'clima' do cenário da 2ª edição do que o material nos artigos das revistas Dragon/Dungeon. Além do mais, as matérias de conversão nas revistas Dragon/Dungeon existem em impressão limitada, e, com o passar dos anos, é provável que pessoas tenham menos acesso a elas do que à conversão do athas.org, que permanecerá gratuita e disponível para download na Internet. Por último, não vêem razão nenhuma para jogar fora todos os anos de trabalho duro que gastaram na conversão deles.
    Queres saber a verdade? Procure em qual adaptação eles mostram Rajaat mais poderoso. Essa certamente estará mais próxima da verdade.

    Q: Por que é que não está previsto o lançamento nas livrarias de uma versão impressa de Dark Sun 3ª Edição?
    R: O trabalho de Athas.org e do Projeto Dark Sun Brasil é voluntário (isso quando eles não estão sob o meu domínio mental...). Eles não têm recursos para mandar imprimir esse material e colocá-lo nas livrarias e bancas. Mesmo que tivessem, não poderiam fazê-lo sem a aprovação da Wizards of the Coast devido aos direitos da propriedade intelectual compartilhada. Isso funciona para os dois lados, a Wizards of the Coast, nem a Devir, não podem imprimir e vender os produtos do Athas.org e do Dark Sun Brasil sem a prévia a aprovação desses (apesar de que provavelmente diriam "sim", se fossem questionados).
    Uma coisa que está me incomodando nisso tudo é essa tal de Wizards e essa Devir. Acredito que são rainhas-feiticeiras descendentes de minhas crias ingratas, os campeões. Estou pensando em destruir algumas cidades-estado para mostrar a elas que Rajaat ainda é o senhor da guerra.

    Q: O que é oficial e o que não é? Por acaso tudo que alguém com um e-mail do darksun.com.br ou que estiver ajudando o projeto Dark Sun criar automaticamente vira oficial?
    R: O projeto Dark Sun Brasil tem alguns ajudantes além de sua equipe regular, mas nada que alguém escrever se torna oficial sem um processo de aprovação. Para um produto se tornar oficial, é preciso a aprovação do senado do athas.org e do conselho sobre o cenário, conhecido como O Ninho de Papel (The Paper Nest). Todo o material oficial portará o logo: DS-Br 3e.
    A aprovação de Rajaat, o terrível, também é necessária. Mas se ela não for dada, tu nem perceberás. Perecerás tão rápido quanto Tektuctiklay.

    Q: Qual é a posição oficial do Athas.org/Dark Sun Brasil sobre todas as contradições no material publicado? Há previsão de um posicionamento oficial sobre o que está valendo?
    R: A posição oficial atual do athas.org é de que as várias contradições contribuem para dar 'sabor' ao cenário. Pouco se sabe sobre a história do mundo, e a maioria dos registros que se tem sobre Athas foram feitos por indivíduos que podiam estar parciais e ter razões para retratar aquilo que se entende agora por contradições. Assim, não está prevista uma posição oficial do que é válido ou não, evitando colocar declarações feitas por autores acima daquelas feitas pelos personagens no caso das contradições.
    Eu já disse, pobre mortal, o único que sabe o que acontece realmente é Rajaat. Ajoelhe-se perante minha superioridade.



    Questões Básicas

    Q: O que é Dark Sun?
    R: Dark Sun é um cenário de RPG que pertence à Wizards of the Coast. Nos livros de Dark Sun são descritos o cenário, história e regras para se jogar em Athas. Um mundo selvagem e cruel. Uma paisagem inóspita e árida. Uma atmosfera inclemente e agressiva. Isso é Dark Sun, um mundo bem diferente do D&D tradicional e dos demais jogos de fantasia medieval. O mundo é Athas, apelidado de Dark Sun por causa do sol escurecido a brilhar inclemente em um céu oliva e sem nuvens. O mundo carece de metais, armas, armadura e equipamentos são confeccionados com ossos, marfim, couro, madeira, pedra e obsidiana. A chuva é tão escassa que em determinados locais ela é tida como fábula. O planeta é um deserto quase em sua extensão total. A população, castigada pelas intempéries, sobrevive como pode, às custas de poços e oásis que desaparecem ao longo dos anos. Vender água é um negócio que dá lucro. A escassez de água reflete numa igual escassez de alimentos, vegetais ou animais. Por isso que só existem sete grandes cidades-estados. Antigas, poderosas e auto-suficientes, todas sobreviveram aos séculos, governadas por imortais reis-feiticeiros ou rainhas-feiticeiras, déspotas com poderes comparáveis aos de um deus, capazes de conceder poderes aos clérigos que os seguem, e que reinam com mão de ferro por séculos a fio.
    O que pouca gente se lembra é de quem realmente deu o nome de Dark Sun a Athas: foi Rajaat! Eu escureci o sol de Athas com minhas magias. E esses reis-feiticeiros, que dizem ter poderes comparados com os de um deus? São meus campeões, minhas CRIAS!!! Eu dei vida a eles. Todos eles reunidos têm apenas uma parcela de meu poder! Consegues imaginar o que eu sou?

    Q: Como entrar na lista de discussão de Dark Sun?
    R: envie um e-mail para DarkSun-Br-subscribe@yahoogrupos.com.br ou acesse a página http://br.groups.yahoo.com/group/DarkSun-Br/ e se inscreva. A associação é gratuita.

    Q: Onde se podem encontrar mapas das áreas conhecidas de Athas?
    R: Essas informações podem ser encontradas na Seção Mapas do site.

    Q: Onde se podem encontrar mapas de áreas além das partes conhecidas de Athas?
    R: Se souberes nos avise, do contrário tente dar uma pesquisada no site http://www.darksunrising.info/.

    Q: Por que não existem Paladinos, Feiticeiros e as últimas classes de prestígio mais maneiras em Dark Sun?
    R: A despeito de haver divergências, a figuras dos Paladinos é tida como inadequada e impossível em Dark Sun. Não existem deuses em Dark Sun para dar suporte a Paladinos. Demais disso, paladinos não sobreviveriam num mundo cruel como esse, e mesmo que sobrevivessem, seriam todos assassinados pelos Reis-Feiticeiros tão logo começassem a se destacar. Os Feiticeiros e os monges foram excluídos a bem do equilíbrio, para que o cenário ficasse balanceado.



    Chega de conversa. Andropinis já está com saudades de minhas torturas... Também tenho alguns planos de fuga e dominação de Athas para arquitetar. Mas quando tiveres algo de útil para mim, meu servo, utilize a magia e-mail (rajaat@darksun.com.br) para comunicardes comigo. Mas haja como um fiel servo. Qualquer deslize pode fazer teu fim chegar mais cedo, assim como o de Myron.



    © 2003-2007 Dark Sun Brasil, Todos os Direitos Reservados
    DARKSUN, DUNGEONS & DRAGONS, D&D e o logo DARKSUN, o logo da WIZARDS OF THE COAST e o logo D&D são marcas registradas possuídas pela Wizards of the Coast, Inc. (www.wizards.com), uma subsidiária da Hasbro, Inc.
    Este site é a tradução do site reconhecido pela WotC como o Site Oficial de Dark Sun na internet (The Burnt World of Athas - www.athas.org). O conteúdo criado neste site oficial é para ser considerado trabalho derivado (como se baseado na propriedade intelectual possuída pela Wizards of the Coast). Isto significa que adendos criados por fãs (tais como novos net livros, aventuras, etc.) são conjuntamente possuídos pelo criador e pela Wizards of the Coast. Nenhum poderá fazer nada fora do site oficial sem a autorização do outro.